O Portal dos Quiropraxistas no Brasil

Qua13Dec2017

Seja bem vindo ao Portal dos Quiropraxistas no Brasil

Back Você está aqui: Página Principal Quiropraxistas no Brasil Menu Blogs & Colunas Coluna da coluna - Iury Rocha Perspectivas Históricas em Quiropraxia (Parte II)

Coluna da coluna - Iury Rocha

Perspectivas Históricas em Quiropraxia (Parte II)


Dr. Iury Rocha

Discutimos no último artigo sobre a origem da Quiropraxia. De como a profissão se baseia em manipulação vertebral específica,  o que os Quiropraxistas se referem como “ajustamento”. E de como Daniel David (D.D.) Palmer, enquanto praticava magnetoterapia na pequena e poeirenta cidade de Davenport no meio-oeste americano nos idos de 1895, “descobriu” um tipo de tratamento, o qual chamaria mais tarde de Quiropraxia.

D.D. Palmer tinha um consultório bastante movimentado. E no prédio em que se situava, trabalhava um faxineiro chamado Harvey Lilard. Este homem relatava uma surdez repentina que ocorreu logo após “ouvir um estalo na coluna enquanto trabalhava”. Isto chamou a atenção de D.D. Palmer, que raciocinou haver algum tipo de ligação entre o “estalo” e a surdez. Após muita insistência, um Lilard relutante (e cético) aceitou ser tratado. D.D., ao examiná-lo, constatou que a primeira vértebra torácica estava “meio presa”, e, após manipulá-la na direção aposta à fixação, Harvey Lilard, levantou apalermado: sua audição havia miraculosamente retornado ao normal.

Este foi então considerado o primeiro ajustamento (uma manipulação vertebral específica com um objetivo definido): o nascimento da Quiropraxia tal qual a conhecemos.

Este acontecimento, porém, caros leitores, é até hoje palco de controvérsias. Quão severa era a “surdez” de Harvey Lilard? Houve de fato uma resposta tão dramática ao ajustamento feito por D.D. Palmer? Creio que nunca vamos discernir apropriadamente o fato da ficção. Esta foi a história oficial, mas sabemos que a história às vezes cria mitos.

Parte da controvérsia é que não há um relacionamento neurológico DIRETO entre a primeira vértebra torácica e a audição, que por sinal é responsabilidade do Nervo Cranial VIII, também chamado de Vestíbulo-Coclear. Mas existe sim um correlacionamento neurológico entre as ARTÉRIAS que levam o sangue para o ouvido e a primeira vértebra torácica através do sistema autonômico simpático (que vai de T1 a L2). Os neurônios simpáticos de 1º ordem de T1 e T2 fazem sinapse com neurônios de 2º ordem no gânglio cervical superior. Estas fibras simpáticas seguem pelo nervo carótido interno e se subdividem em três partes: a primeira pelo plexo cavernoso do Nervo Cranial VIII enervando os vasos sanguíneos do ouvido interno; a segunda pelo nervo timpânico (ou nervo de Jacobson) do Nervo Cranial IX (Glossofaringeal) enervando os vasos sanguíneos e as membranas mucosas do ouvido médio; e a terceira pelo nervo auricular (ou nervo de Arnold) do Nervo Cranial X (Vago) enervando os vasos sanguíneos, glândulas sebáceas, sudoríferas e seminíferas, e erector pili.  Com isso, as fibras simpáticas, quando irritadas por algum pinçamento vertebral, podem, em tese, causar contração das artérias, diminuindo a irrigação sanguínea para o ouvido e possivelmente causando diminuição de audição, exacerbado pelo aumento de secreção das glândulas anteriormente mencionadas.

Seria, portanto, mais plausível uma espécie de versão light, em que Harvey Lilard tivesse sofrido ALGUM tipo de surdez parcial após sentir o tal “estalo”, e que o ajustamento feito por D.D. Palmer talvez tivesse ajudado GRADUALMENTE a normalizar sua audição.

Mas o tempo teria se encarregado de exagerar a situação. Afinal, quem conta um conto aumenta um ponto.

De qualquer maneira, esta foi a história do primeiro ajustamento específico que se tem notícia. O marco zero da Quiropraxia como profissão.


Clique aqui para ver todos os artigos de Dr. Iury Borges Rocha

Powered by Bullraider.com
Publicidade:
 

Serviço em Destaque

Seu email profissional

Endereço de email profissional por uma pequena taxa por ano. O Portal dos Quiropraxistas oferece aos profissionais associados da ABQ um endereço de email de um dos nossos domínios disponíveis. Registre o seu!